Recentemente participei de um evento no qual uma das palestras foi sofrível. Em um nível inacreditável. E como vou a muitos eventos, já assisti mais de uma centena de apresentações e já palestrei mais de 20 vezes, percebi e fui catalogando alguns pequenos detalhes que podem destruir uma apresentação. Geralmente esses erros são cometidos nos primeiros 5 min da apresentação e definem o sabor amargo que vai ser aguentar o resto daquela fala.

Particularmente, classifico as minhas palestras mais recentes como boas e as mais antigas como sofríveis. Fazer uma palestra incrível, que seja marcante e transformadora para alguém, é algo extremamente difícil. Agora, fazer uma palestra ruim e esquecível é muito fácil. Compilei essa lista dos 5 itens mais importantes do que não fazer em uma apresentação. Aqui a minha lista dos 5 piores erros que palestrantes cometem:

1. Não seja desorganizado

Toda palestra tem que ter um objetivo. E independente de qual for, este precisa estar muito claro para os participantes. E uma das piores coisas ao assistir a uma palestra é chegar ao meio dela sem saber o que está sendo falado e não ter clareza sobre onde o palestrante quer chegar. Fica muito claro que a apresentação não foi montada com um objetivo, mas sim com um emaranhado de ideias desconexas. Antes de montar uma apresentação é preciso definir o que você quer que o seu público sinta, o que você quer que ele aprenda, o que você quer que ele faça. Se o palestrante não tem clareza sobre isso, como o público terá?

2. Você não é o conteúdo

Sua palestra não é sobre você. Ela é sobre o conteúdo, para a sua audiência. Esse é um dos erros mais comuns, principalmente quando o palestrante não tem experiência e quer mostrar que domina o tema, ou quando o palestrante está falando para uma plateia que domina o tema e quer tentar se posicionar elevando a sua figura, e não o seu conteúdo e resultado. Deixe o seu ego em casa.

3. Não trate a minha cabeça como uma caçamba de lixo

Este erro acontece muito quando o palestrante é muito especialista no tema e monta uma apresentação para dar uma visão geral de um assunto, sem se importar com a jornada de conhecimento que o seu público vai precisar desenvolver para conectar todas as ideias apresentadas. Acaba que é só uma pessoa despejando coisas nos outros, que não vão ser entendidas ou absorvidas.

4. Nunca peça desculpa

Tenha o controle da sua fala, ou não fale. Uma frase que é, infelizmente, extremamente comum em apresentações é “desculpa gente, não tive muito tempo para me preparar”. Essa me deixa extremamente revoltado. É o palestrante deixando claro que não me respeita, não respeita a minha atenção e nem o meu tempo. É inevitável cometer erros ou se equivocar sobre a ordem de algum slide ou falar alguma ideia fora de hora. Quando isso acontecer, tenha o controle da sua fala, do seu conteúdo, corrija e siga em frente. Respeito é uma via de mão dupla e se você não me respeita, também não vai ter respeito de volta.

5. Não esteja preparado

Se você vai falar sobre algum conteúdo é esperado que você domine o assunto. Também se espera de você que entenda a sua audiência. E se o dever de casa foi feito corretamente, você sabe o que ficou faltando no conteúdo e as possíveis perguntas que virão. Sempre que for perguntado de algo, repita a pergunta de forma clara para a audiência. E não tenha medo de dizer que não sabe. As pessoas vão respeitar a sua honestidade, você vai ter oportunidade de estudar, aprender mais e quando souber a resposta, ainda tem uma oportunidade incrível de se conectar com as pessoas, mostrar o que aprendeu e fazer um networking fantástico.

São erros básicos que as pessoas cometem e que estragam a experiência dos que estão recebendo aquele conteúdo. Se você evitar esses erros, como eu tento evitar, provavelmente nenhuma das suas palestras vai ser terrível! Fazer uma palestra boa é um próximo tópico, que em breve devo abordar aqui no blog.